2016, Companhia das Letras, Companhia de Bolso, Grande Desafio do Culto Booktuber 2016, Intrínseca, Não ficção

O Grande Desafio do Culto Booktuber!

Feliz Ano Novo a todos!!! Que tal sair da sua zona de conforto literária em 2016? Esta é a proposta do Grande Desafio do Culto Booktuber.

GDCB1

Em primeiro lugar, o Culto Booktuber é um grupo de amigos que têm blogs e canais literários (quem fala sobre livros no Youtube é chamado de booktuber – veja no final do post a lista com os canais de quem faz parte). Formamos este grupo para realizarmos o amigo secreto do Natal de 2015 (se você não viu e quer ver, clique aqui!), e acabamos nos tornando muito amigos e nos empolgando para criarmos projetos juntos. O primeiro deles foi O Grande Desafio do Culto Booktuber, que consiste em uma lista de temas de leitura para serem cumpridos por quem quiser.

Para cada mês do ano, dois canais propuseram dois temas diferentes. A ideia é justamente estimular a leitura de coisas (gêneros, autores, obras) diferentes e desafiadoras, pois é também através desse tipo de leituras que descobrimos ótimas coisas! Você pode fazer um dos desafios ou ambos.

Temos um grupo no Facebook, e todos são bem-vindos para entrar, mesmo quem não tem canal ou blog! Aliás, os membros mais ativos do grupo poderão escolher um tema para os dois últimos meses do ano! 😀 A lista ficou assim:

GDCB

Aproveitarei este post para registrar os livros que escolhi para ler em cada um dos desafios de janeiro.

DESAFIOS DE JANEIRO:

GDCB jan

  • Adivinhem qual eu propus?! O meu é o livro de não-ficção, logo em janeiro! 😀 Percebi que a maioria dos booktubers não lê muita coisa de não-ficção, e existe tanta, mas tanta, mas taaaaaaanta coisa boa no gênero que acho que vale a pena tentar! Eu amo livros principalmente de História e Evolução (Biologia), mas tem muitos livros jornalísticos, de crônicas, memórias, etc., que são INCRÍVEIS!!! A realidade pode ser tão surpreendente (ou às vezes mais!) quanto à ficção! Para este desafio, vou ler A sexta extinção: uma história não natural, de Elizabeth Colbert (Intrínseca). Vencedor do Pulitzer 2015 (estou animada!).

Se você não está acostumado com não-ficção e quer algumas sugestões, aí vão (no blog tem mais mas estes que selecionei são bem variados, e para todos eles dei 5 estrelas! Também não citei os do Dawkins que já li e resenhei por serem muito grandes, e o de Danowski e Viveiros de Castro por ser mais denso):

  • 1964: história do regime militar brasileiro (de História, sobre a Ditadura Militar brasileira. E foi escrita por um historiador especialista no período!)
  • Bilhões e bilhões (livro maravilhoso – e curto! – de artigos sobre temas variados de ciência do magnífico astrofísico Carl Sagan!)
  • Cartas extraordinárias (cartas reais e notáveis de famosos e anônimos, algumas sensíveis, outras fortes, outras engraçadas, etc.)
  • Meus desacontecimentos (um livro de memórias da sensacional jornalista Eliane Brum)
  • O humano mais humano (uma discussão filosófica sobre o que nos faz humanos e o teste de Turing, que testa a “humanidade” de programas de computador)
  • O professor e o louco (a história romanceada, porém real, da elaboração do dicionário de Oxford, que contou com a colaboração de um assassino internado em um manicômio!)
  • Só garotos (livro de memórias de Patti Smith, ícone do rock e precursora do punk, na Nova Iorque dos anos 1960. Apenas maravilhoso e favorito da vida!)

 

  • Quanto ao livro que tenho menos vontade de ler na estante, fiquei em dúvida entre três: Facundo de Sarmiento (Cosac Naify), livro argentino sobre o qual li alguma coisa durante a graduação, mas comprei meio que por impulso, e agora está parado na estante; A festa do bode de Vargas Llosa (Alfaguara), que desanimei com o autor depois de ler A casa verde – achei muito confusa a leitura! -; e As bruxas de Eastwick de John Updike (Companhia de Bolso). Este último estava desanimada para ler pois um amigo meu em quem confio no gosto literário, Dan, do blog e canal Folhetim Felino, comentou que não tinha gostado do início do livro. Havia colocado ele na TBR da Maratona Literária de Inverno 2015, e nada. Pois é exatamente este livro que lerei em janeiro para o desafio da Tamirez (Resenhando Sonhos)! Escolhi este por dois motivos: primeiro, por ser um livro de bolso (como viajei, era mais fácil de carregar, apesar de não ser tão pequeno assim – tem 355 páginas), e segundo, porque foi o que a Tamirez falou pra eu ler! 😀

E aí, aceita o desafio?! Estamos super animados! Entre no grupo!

Canais que fazem parte do Grande Desafio do Culto Booktuber:

Anúncios
Padrão

2 comentários sobre “O Grande Desafio do Culto Booktuber!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s